terça-feira, 29 de setembro de 2009

Solidão !


Sinto a brisa do entardecer em meu rosto, sinto a falta de ter você do meu lado e teus lábios acariciar, sinto saudade de um tempo onde nada era pouco e tudo não era o bastante, sinto o ardor da dor, não ter ninguém, sinto alegria por saber que algum dia alguém pode gostar de mim, sinto a paz por poder examinar e colocar meus pensamentos no lugar.

“Sinto, e somente sinto por saber que a pessoa certa um dia pode está lendo esse pequeno poema.”

2 comentários:

Amael Oliveira disse...

Triste...

Jéssika disse...

Que lindo *.*
''Sinto alegria por saber que algum dia alguém pode gostar de mim''.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

Solidão !


Sinto a brisa do entardecer em meu rosto, sinto a falta de ter você do meu lado e teus lábios acariciar, sinto saudade de um tempo onde nada era pouco e tudo não era o bastante, sinto o ardor da dor, não ter ninguém, sinto alegria por saber que algum dia alguém pode gostar de mim, sinto a paz por poder examinar e colocar meus pensamentos no lugar.

“Sinto, e somente sinto por saber que a pessoa certa um dia pode está lendo esse pequeno poema.”

2 comentários:

Amael Oliveira disse...

Triste...

Jéssika disse...

Que lindo *.*
''Sinto alegria por saber que algum dia alguém pode gostar de mim''.